Notícias
Desmascarando as farsas do cristianismo de católicos e protestantes:
 
 
O Batismo bíblico






Você Já observou que os apóstolos, só batizavam em nome de Jesus, Porque será? Será que eles não entenderam ou não ouviram a ordem do Mestre? Confirme pelos textos da Bíblia, a discordância entre a ordem de Jesus e o batismo realizado pelos seus apóstolos, abaixo:

VERSÍCULOS ABAIXO:

(Atos 2: 38; Atos 8: 12 e 16; Atos 10: 47,48; Atos 19: 5; Atos 22: 16; Efésios 4: 5; Romanos 6: 3,4; Gálatas 3:27; Col.2:11; Col.3:17).

Atos 2:38 Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.

Atos 8:12 Mas, quando creram em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus e do nome de Jesus, batizavam-se homens e mulheres.

Atos 10:48 Mandou, pois, que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Então lhe rogaram que ficasse com eles por alguns dias.

Atos 19: 5. Quando ouviram isso, foram batizados em nome do Senhor Jesus.

Gálatas 3:27 Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestiram de Cristo.

Romanos 6:3 Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte?

E as enciclopédias o que dizem, veja abaixo:

ENCICLOPEDIA BRITÂNICA, 11a Edição, Vol. 3 Pg 365-366, "A fórmula batismal foi mudada do nome de Jesus Cristo para as palavras Pai, Filho e Espírito Santo pela Igreja Católica no 2º Século. " Volume 3 pág. 82 "Sempre nas fontes antigas menciona que o batismo era em Nome de Jesus Cristo."

ENCICLOPEDIA DA RELIGIÃO - CANNEY, pg 53 -- "A religião primitiva sempre batizava em Nome do Senhor Jesus até o desenvolvimento de doutrina da trindade no 2° Século."

ENCICLOPÉDIA CATÓLICA DE 1913, Vol. 2, pg 365, “Aqui o Católico reconhece que o batismo foi mudado pela Igreja Católica”.

ENCICLOPÉDIA DA RELIGIÃO - HASTINGS, Vol. 2 pg 377-378-389. "O batismo cristão era administrado usando o nome de Jesus. O uso da fórmula trinitariana de nenhuma forma foi sugerida pela história da igreja primitiva; o batismo foi sempre em NOME do Senhor Jesus até o tempo do mártir Justino quando a fórmula da trindade foi usada”. Na página Hastings comentando Atos 3:28, diz: "NOME é o antigo sinónimo de pessoa. Pagamento foi sempre feito em nome de alguma pessoa, referindo-se a propriedade. Portanto alguém batizado em nome de Jesus torna-se sua propriedade pessoal”.

Nova Enciclopédia Internacional, Vol. 22 pg 477, "O termo ‘trindade’ se originou com Tertuliano, padre da Igreja Católica Romana”.

ENCICLOPÉDIA DE RELIGIÃO E ÉTICA, James Hastings, pg.384. "Não existe evidência [na história da igreja primitiva] do uso dos três nomes."Rev. Steve Winter ATOS 4:12 "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos."

Enciclopédia Barsa, 1998, vol. 15, pág. 214. – A palavra trindade não aparece no novo testamento, nem Jesus e seus seguidores pensaram em contradizer o velho testamento que diz: Ouve, Israel, o senhor nosso Deus é o único Senhor (Dt 6: 4).

Quando Começou a Mudança?

No ano 313 AD, a igreja Católica começou a batizar em nome da Trindade, e aproximadamente no ano 500 AD, o batismo em nome da Trindade se tornou universal. Mas foi somente em 538, pelo decreto de Justiniano, que se tornou obrigatório as pessoas de todo o mundo a crerem na santíssima trindade católica, com pena de serem aprisionadas e até levadas a morte. A igreja Católica confirma esta mudança sobre o batismo, no Catecismo da Bíblia Inglês.

Veja a Tradução da página 164 abaixo:

Em Cristo - A Bíblia nos diz que os Cristãos eram batizados em Cristo. (n°6) Eles pertencem a Cristo. Em Atos dos Apóstolos (2:36; 8:16; 10:48; 19:5) nos diz: "batizando em nome de Jesus". [pessoa] - uma melhor tradução seria: para o nome de Jesus.”[pessoa] Somente no 4° Século a fórmula "Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" tornou-se uma prática.

Veja a Tradução do 1º texto da página 166:

Em adição, nós vimos como a igreja primitiva batizava: Primeiro o anúncio do Evangelho conseqüentemente Fé e o ato com o qual era selado em forma perfeita com o batismo “em nome [pessoa] de Jesus Cristo”. Surge o que nós chamamos de Cristãos, que significa gente relacionada de especial forma com Cristo. Mais tarde, "no nome de Jesus" foi elaborado e tornou-se "no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

O que diz a Bíblia de Jerusalém

A Bíblia de Jerusalém, uma das principais Bíblias impressa pela igreja Católica, no seu comentário de rodapé, sobre Mateus 28:19 diz o seguinte:“É possível que, em sua forma precisa, essa fórmula reflita a influência do uso litúrgico posteriormente fixado na comunidade primitiva. Sabe-se que o livro dos Atos fala em batizar “no nome de Jesus” (Conforme Atos 1:5; 2:38). Mais tarde deve ter-se estabelecido a associação do batizado às três pessoas da Trindade”.



O Que dizem os Judeus Messiânicos?

Segundo o Morê (Professor) de Judaísmo do Período do Segundo Templo, da Universidade Hebraica de Jerusalém, David Flüsser em seu livro Judaísmo e Origens do Cristianismo, Vol. 1, pág. 156, a expressão "em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo" não foram mencionadas em todas as citações de Matityáhu 28:19 nos escritos de Eusébio ANTERIORES AO CONCÍLIO CRISTÃO DE NICÉIA (325 d.E.C.) sob a supervisão do imperador Constantino. O texto de Matityáhu (Mateus) 28:19 antes do referido Concílio era o seguinte: "Ide e tornai todos os gentios discípulos em Meu Nome, ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei".

Ademais, Eusébio foi pressionado pelo bispo cristão Atanásio (que teve participação no Concílio de Nicéia) a fazer a "inserção" Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e, caso não a fizesse, seria exilado para a Espanha conforme as palavras que ouví do Rabino Joseph Shulam quando indaguei ao mesmo sobre Matityáhu (Mateus) 28:19.

Portanto, Yeshua, sob este argumento supracitado, não fez menção a em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, tratando-se, pois de um acréscimo.

Infelizmente, este fato não é do conhecimento de todos.

Cordialmente no amor do Messias Yeshua (Jesus), Fernando Oliveira Santana Júnior
Departamento/Teológico
Ministério Ensinando de Sião – Brasil


CONCLUSÃO

Para beneficiar o dogma da trindade, a Igreja Católica adulterou o texto de (Mateus 28: 19), pois os apóstolos somente batizavam em nome de Jesus.


Flavio Costa do Carmo
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
Cadastre em nossa newsllater e receba nossos boletins informativos.
Nome:
E-mail:

Links Úteis
Esperança
Programa Mensagens do Céus
Biblia Online
Adventista-Historico
Arquivo x iasd
 
Programa Mensagens do Ceus - Todos os direitos reservados Desenvolvimento: AgênciaOC
1 on OCCMS Webmail